Certificações

Certificação

Certificações

As empresas de setor florestal têm as certificações como ferramenta que visa garantir aos clientes e consumidores as boas práticas de manejo florestal e a origem sustentável de seus produtos. Existem vários selos e sistemas de certificação que atestam desde a qualidade dos produtos ao seu cumprimento com os aspectos sociais e ambientais da produção de base-florestal.

As certificações apresentam diversas politicas e padrões para que a gestão dos recursos naturais desde a floresta até o produto final gere o menor impacto possível e maximize os benefícios socioambientais da produção. Elas garantem a melhoria contínua dos processos produtivos, eficiência nas atividades florestais e industriais, reduzindo perdas e impactos potenciais.

Mecanismos de mercado que garante a diferenciação das empresas e produtos, as certificações inicialmente foram aplicadas como forma de garantia reputacional, imagem coorporativa e marketing. Hoje se tornaram intrínsecas à estratégia operacional das empresas, inseridas em toda a cadeia produtiva.

Como funcionam?

A obtenção da certificação se dá por meio de processos de auditoria independente e externa, feitas por órgãos certificadores que avaliam desde os métodos de produção de muda, plantio e colheita, até a indústria, passando por avaliações relacionadas aos impactos às comunidades do entorno, segurança e saúde dos trabalhadores e a conformidade com a legislação municipal, estadual e federal.

As certificações florestais de maior reconhecimento são o Forest Stweardship Council (FSC) e o Programa Nacional de Certificação Florestal (Cerflor), endossado pelo sistema internacional Programme for the Endorsement of Forest Certification Systems (PEFC). Hoje quase 4 milhões de hectares dos 6,5 de florestas plantadas existentes no brasil são certificados pelo FSC e 1,2 milhões pelo Cerflor, sendo que muitas das empresas possuem dupla certificação.

Há, ainda, a certificação ISO 14001, da International Organization for Standardization, que estabelece diretrizes básicas para o desenvolvimento de um sistema de gestão ambiental dentro das empresas. Também são seguidas as normas da OHSAS 18001, estabelecidas pela Occupacional Health and Safety, que têm o objetivo de controlar e melhorar o nível de desempenho da Saúde e da Segurança do trabalho. Existe ainda o selo do Carbon Footprint Network, que algumas empresas têm em seus produtos para demonstrar que a pegada de carbono foi quantificada e ações são tomadas para a mitigação ou neutralização deste carbono.

Devido à importância das certificações para as empresas do setor, nos últimos cinco anos a Bracelpa se engajou fortemente nas discussões dos sistemas de certificação para garantir o desenvolvimento dos sistemas no Brasil, bem como o dinamismo econômico das empresas e a manutenção da credibilidade dessas certificações frente ao mercado e partes interessadas.

Mais informações sobre a história da certificação no Brasil e os benefícios dos selos FSC e PEFC podem ser encontradas no boletim Folha da Bracelpa ed. 7.