Papéis para embalagens

Papel - Tipos e aplicações

São papéis que protegem e acondicionam produtos. Moldados principalmente como caixas ou sacos, apresentam grande diversidade – tanto para embalagens leves como pesadas. Permitem o uso de fibra reciclada na sua produção e têm a boa resistência como uma de suas características básicas.

Esses papéis compõem embalagens para uma variada gama de produtos, de remédios a gêneros alimentícios, inclusive bebidas e congelados. Servem também para outros usos, como forração de paredes ou produção de envelopes.

A impermeabilidade e outras características exigidas para contato direto com alimentos e outros produtos são definidas pelos processos de tratamento industrial do papel e pela sua combinação com outros materiais, como plásticos e metais.

Os principais tipos são:

Para Papelão Ondulado - Papel de embalagem, usado na fabricação de chapas e caixas. É classificado em:

  • Miolo. Papel ondulado, utilizado no miolo da chapa de papelão.
  • Capa de 1ª (kraftliner) Papel fabricado com grande participação de fibras virgens, atendendo às especificações de resistência necessárias para constituir a capa ou forro das caixas de papelão ondulado.
  • Capa de 2ª (testliner) Papel semelhante ao Capa de 1ª, porém com propriedades inferiores, conseqüentes da utilização de matérias-primas recicladas em alta proporção.
  • White top liner Papel branco fabricado com grande participação de fibras virgens, atendendo as especificações de resistência requeridas para constituir parte das caixas de papelão ondulado.

Papel kraft Papel de embalagem, cuja característica principal é sua resistência mecânica. É classificado em:

  • Kraft natural para sacos multifolhados Papel fabricado essencialmente a partir de fibra longa. Altamente resistente ao rasgo e com boa resistência ao estouro, é usado essencialmente para sacos e embalagens industriais de grande porte.
  • Kraft extensível Fabricado essencialmente a partir de fibra longa. Altamente resistente ao rasgo e à energia absorvida na tração, é usado para embalagem de sacos de papel.
  • Kraft natural ou em cores para outros fins - Fabricado essencialmente a partir de fibra longa, monolúcido ou alisado, com características de resistência similar ao Kraft Natural para Sacos Multifolhados, é usado para a fabricação de sacos de pequeno porte, sacolas e para embalagens em geral.
  • Kraft branco ou em cores Fabricado essencialmente a partir de fibra longa, monolúcido ou alisado, é usado como folha externa em sacos multifolhados, sacos de açúcar e farinha, sacolas e, dependendo da gramatura, para embalagens individuais de balas, bombons, etc.
  • Tipo kraft de 1ª Papel de embalagem, semelhante ao Kraft Natural ou em Cores, porém com menor resistência que este, monolúcido ou não, é usado geralmente para saquinhos, etc.
  • Tipo kraft de 2ª Papel semelhante ao Tipo Kraft de 1ª, porém com resistência inferior, é usado para embrulhos e embalagens em geral.

Para embalagens leves -É classificado em:

  • Estiva e Maculatura Papel fabricado essencialmente com aparas, em cor natural, acinzentada, é usado para embrulhos que não requerem apresentação, tubetes e conicais.
  • Seda Papel de embalagem, branco ou em cores é usado para embalagens leves, embrulhos de objetos artísticos, intercalação, enfeites, proteção de frutas, etc.
  • Papel glassine, cristal ou pergaminho Tem como principal característica a transparência, obtida mediante elevado grau de refino no processo produtivo. É usado em embalagens de alimentos, como proteção de frutas nas árvores e papel auto-adesivo.
  • Papel greaseproof Translúcido, possui elevada impermeabilidade às gorduras e, por isso, compõe embalagem para produtos gordurosos.

Confira a relação de empresas produtoras de Papel de Embalagem